Actividades e Projectos
Biblioteca Digital

 

Biblioteca Digital da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa


 

 

A Biblioteca Digital da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa tem a sua génese no projecto Património bibliográfico e documental da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, um projecto de conservação, digitalização e difusão, que em Março de 2005 foi objecto de candidatura ao Programa Operacional de Cultura, promovido pelo Ministério da Cultura, e cuja aprovação, em Agosto do mesmo ano, garantiu os meios financeiros essenciais à sua concretização.

 

Integrada na estratégia de desenvolvimento e modernização da Biblioteca da FLUL, a Biblioteca Digital, constituída em torno da digitalização de dois importantes núcleos que integram o vasto e rico património bibliográfico e documental impresso desta Biblioteca - a colecção de incunábulos e impressos raros (séculos XV e XVI) e a colecção de obras de teatro do espólio do professor, crítico, actor e encenador Osório Mateus - cumpre, apoiando-se nas mais modernas e inovadoras tecnologias de informação e comunicação, a missão de conservar e tornar acessíveis estes recursos de informação a todos quantos deles queiram usufruir, nomeadamente aos investigadores, garantindo-lhes um acesso e visibilidade universais.


Texto retirado de http://www.fl.ul.pt/biblioteca/biblioteca_digital/index.htm

 

 

 

 

 

 

Incunábulos e Impressos Raros (Séculos XV e XVI)


O fundo antigo da Biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa é muito vasto e constituído por livros que vão do século XV ao século XIX. Todavia, o trabalho que agora se publica refere-se a edições dos séculos XV e XVI.

 

Não temos elementos que nos permitam saber como foram reunidos estes livros e como e quando entraram na Biblioteca da Faculdade. Não foram considerados neste projecto muitos outros livros antigos, pois não estão integrados nos nossos fundos bibliográficos. Do Legado do Prof. Leite de Vasconcelos apenas estão descritas algumas das obras que estavam depositadas na Biblioteca, mas não foi considerado o resto da colecção.

 

 

 

 

 

http://www.fl.ul.pt/biblioteca/biblioteca_digital/introducao.htm

 

 

 

 

 

 

Espólio Osório Mateus


O espólio Osório Mateus é constituído por um fundo bibliográfico com mais de 15000 espécies dos séculos XVIII a XXI, que incluem peças de teatro e estudos sobre teatro em edições de todo o mundo, maioritariamente portuguesas, espanholas, inglesas e francesas. Possui ainda 1000 programas de espectáculos e 300 periódicos de teatro portugueses e estrangeiros e um conjunto importante de imagens de teatro em diferentes suportes (gravura, litografia, fotografia, entre outros). Pertenceu ao professor e encenador Osório Mateus que o doou à Faculdade de Letras em 1996, data da sua morte.
 

Este fundo possui um dos maiores acervos bibliográficos e iconográficos de Teatro e Artes do Espectáculo do país - para além de materiais de carácter documental (memorabilia) coleccionados pelo seu proprietário - e tem por objectivo fundamental responder às necessidades de estudo e investigação de utilizadores nacionais e estrangeiros interessados nesta área do saber. Organizado espacialmente por locais de edição (Portugal, França, Espanha, Itália, Reino Unido, Estados Unidos da América, Brasil, América latina, outros países), as suas cotas reflectem essa original forma de classificação, pois a cada conjunto foi dado o nome de um autor representativo (Garrett, Musset, Lope, Goldoni, Shakespeare, Williams, Cossa, Brecht, Anchieta).

 

http://www.fl.ul.pt/biblioteca/biblioteca_digital/introducao.htm

 

 

 

 

 

 

 

O Arqueólogo Portuguêes


 

 

O Arqueólogo Português, é a revista editada pelo Museu desde 1895. Na sua intenção inicial tratava-se de uma publicação destinada a “estabelecer relações litterarias entre os diversos individuos que, ou por interesse scientifico, ou por mera curiosidade, se occupam das nossas antigualhas…”. Com o tempo converteu-se numa revista científica, tornando-se na mais importante no seu género em Portugal, sendo permutada com mais de 300 instituições de todo o mundo. Até ao presente foram editadas 4 séries, correspondendo a 60 volumes.

 

Texto retirado de http://biblioteca.mnarqueologia-ipmuseus.pt/oarqueologo.htm

 

 

 

 

 

 

 

Fontes para a História do Direito Português: Lei e Jurisprudência


 

 

 

O Projecto de Investigação Fontes para a História do Direito Português: Lei e Jurisprudência, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, tem como objectivo constituir uma base de dados das fontes do direito português que possa constituir um fácil e útil instrumento de pesquisa para a investigação científica.

 

Na sequência de outras iniciativas de digitalização de fontes histórico-jurídicas, de que é justo salientar as bases de dados criadas por iniciativa dos Professores José Adelino Maltez, relativa à história do pensamento político, e António Manuel Hespanha e Cristina Nogueira da Silva, da doutrina portuguesa e do direito constitucional oitocentista, pretende-se com estes elementos colocar à disposição dos investigadores as fontes do direito português da Idade Contemporânea.

 

Qual é o nosso conhecimento da legislação oitocentista portuguesa? A verdade é que muitos estudos históricos têm desvalorizado os elementos estritamente normativos, os quais são fundamentais para uma caracterização global do Estado e da sociedade do século XIX. Também a jurisprudência dos tribunais superiores continua desconhecida.

Os elementos agora divulgados e a divulgar são fundamentais para compreender a cultura portuguesa oitocentista, esclarecendo dos contactos com o estrangeiro e das suas recepções e influências. Ultrapassando a mera indicação dos governos e da composição ministerial e a referência a escolas de pensamento filosófico-jurídico, o estudo das leis permite-nos igualmente compreender, não apenas o modo como as questões constitucional, social, religiosa, colonial foram objecto de procura de soluções próprias, como reflecte os grandes conflitos sociais e as aspirações de grupos e de pessoas que encontram na legislação o instrumento para realizar os seus projectos, valores e interesses.

 

Texto retirado de http://net.fd.ul.pt/legis/apresentacao.htm

 

 

 

 

 

 

 

Próximas Formações
Últimas Actualizações e Downloads
Serviço de apoio remoto: intervenções técnicas no cliente efectuadas remotamente.
Siga-nos e Subscreva-nos